sábado, 8 de outubro de 2011

Eu quero ser diferente, eu quero que as pessoas olhem e digam: “você tem algo diferente”, quero ser, neste jogo da vida, a parte diferente do quebra-cabeça que complete as iguais, quero ser a parte colorida desse mundo preto e branco, quero ser e não apenas estar. Prefiro que me critiquem por ser diferente a me aplaudirem por ser igual, porque essas palmas seriam como tortura e este tipo de crítica, como música para os meus ouvidos.


E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

5 comentários:

Matheuslaville disse...

Esse blog é ótimo apesar do menu do Vortex que não ficou tipo bom no design ,MAS o problema é que ser diferente é ter que ser todos os dias torturado pelos normais que não aceitam a sua diferencia e tentar (e tenta muito) ferir você até você morrer para depois falar que é fraco... Os iguais acham que eles que mandam e tudo e fazer tudo para atrapalhar a vida dos diferentes!!!

Alana disse...

Todo mundo quer ser diferente e acaba sendo igual. Mas vale a pena tentar!
O blog é bacana, mas só uma dica: esse fundo cinza com essa letra verde, fica chatinho de ler.
Poderia mudar o layout ;)

Alana disse...

to seguindo!

http://seeufosseallice.blogspot.com/2011/10/happy-birthday-john-lennon.html?spref=tw

Blog UaiMeu! disse...

Todo mundo tem suas particularidades e diferenças; passa lá?
http://uaimeu10.blogspot.com/

Aline Diedrich disse...

São as diferenças que deixam o mundo melhor... Que graça teria se todos fossem iguais?!

Postar um comentário

Tem gente que só lê o título da postagem, mas não se dá ao trabalho de ler o restante, aí tem a audácia de vir aqui abaixo e comentar o que não leu. Tem coisa pior? Por favor, quando você for comentar em um dos meus textos, não ler apenas o título.

Pior do que não comentar, é comentar o que não leu.