sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Eu não morri,

mesmo com alguém me matando todo dia. Eu não me afoguei, mesmo sem saber nadar nesse rio. Não fiquei sufocado, nem mesmo quando perdi o ar. E é por isso que tenho a certeza que eu não morri.

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

3 comentários:

1smile4u disse...

É tão dificil a sobrevivencia em meio a tantas coisas que nos matam =/ adorei o post, simples mas que nos faz refletir! Adorei o blog, to seguindo! segue o meu?
www.1smile4u.blogspot.com

T disse...

Meeu.. estou atéé seem palavras, lindo!

João Batista de Lacerda disse...

Não devemos morrer por causa de coisas bobas.

Postar um comentário

Tem gente que só lê o título da postagem, mas não se dá ao trabalho de ler o restante, aí tem a audácia de vir aqui abaixo e comentar o que não leu. Tem coisa pior? Por favor, quando você for comentar em um dos meus textos, não ler apenas o título.

Pior do que não comentar, é comentar o que não leu.